LUZ PARA O MUNDO

LUZ PARA O MUNDO
A CURA PARA OS MALES DA HUMANIDADE

terça-feira, 20 de setembro de 2016




NATUREZA HUMANA

Romanos 1: 18 a 20 e 25 “ Deus, entretanto, mostra do céu a sua ira contra todos os homens pecadores, maldosos, que repelem a verdade em troca da injustiça. Pois a verdade sobre Deus é revelada entre eles porque Deus a manifestou. Desde a criação do mundo, as qualidades invisíveis de Deus, ou seja, o seu poder eterno e a sua natureza divina, são vistas pelos homens claramente... Em vez de crerem naquilo que eles próprios sabiam ser verdade sobre Deus, escolheram crer em mentiras. E assim adoram e serviram as coisas criadas e seres criados, em lugar do Criador, que deve ser louvado para sempre. Amém.

Cada criatura tem a sua própria natureza, sua própria essência.  A minhoca vive enterrada no barro, mas isso é natura para ela e se alimenta do próprio barro onde vive.
O sapo vive no charco, frio e molhado, mas também e natural para ele. E assim por diante.
Mas o homem não! O homem é diferente foi criado a imagem de Deus. E não é nenhum acidente evolutivo. Nasceu perfeito, sem pecado era imortal, e também a “menina dos olhos de Deus” a sua maior  realização. Criado por suas próprias mãos, de matérias orgânicas da terra, e foi lhe dado o fôlego da vida. Tornando-se um ser vivente.
Tinha o privilégio de ficarem diante de Deus todos os dias no Paraíso. Gênesis 3: 8
Até o dia por influência satânica, desobedeceu  ao seu Criador, pecou e o pecado faz a separação entre Deus e o homem.
Colossenses 3: 5 ao 11
Foi expulso do Paraíso, condenou à raça humana a morte. Satanás causou a sua própria derrocada de Adão e Eva e todos os outros anjos que participavam da rebelião contra Deus. Gênesis 3: 22 ao 24
Mas apesar de todos os contras, o ser humano continua com a sua natureza, a Lei Moral colocada dentro de si no momento da criação.
O homem  é sabedor daquilo que é certo  e errado. Privilegiado com uma consciência, diferente dos animais que possuem somente instintos. Romanos 9: 1
A consciência, a lei do bem e do mal escrito em seus corações, que muitos não fazem uso dela. Pois são também desobedientes ao Criador por opção e não existem para tais a Lei da Natureza, que clama  do erro em suas consciências.
O ser humano tornou-se um hábil descumpridor das Leis divinas como também de suas próprias.
O pecado separou-nos de Deus, criou seres caídos amantes do pecado
E do espírito das coisas do mundo, entre elas: “ Ora, as obras da natureza produzirão os seguintes resultados: imoralidade sexual,  impureza e libertinagem; idolatrias e feitiçaria; ódio e discórdia; ciúme e ira;  esforço constante para conseguir o melhor para si próprio; queixas e críticas, dissensões; facções; inveja, embriaguez; orgias e toda essa espécie de coisas... Gálatas 5: 19 ao 21.
“... Todo aquele que levar esse tipo de vida não herdará o Reino de Deus”.  Gálatas 5: 21

Nenhum comentário:

Postar um comentário